Saiba qual é o valor necessário do investimento inicial para iniciar a sua empresa em Lauro de Freitas

No momento de abertura da empresa em Lauro de Freitas a tendência é que o empreendedor passe por muitos estresses se não tiver um planejamento financeiro. A tendência é que ele fique perdido com o seu investimento inicial, que muito diz sobre os primeiros rumos que serão tomados pelo seu negócio.

O setor contábil da empresa, por meio da parceira com uma instituição especializada, pode ajudar muito nesse momento, não só na forma de uma assessoria financeira, mapeando através de pesquisas e estudos práticos sobre o seu negócio, quanto e aonde é melhor você investir inicialmente, como na parte burocrática de abertura de CNPJ etc.

Então, acompanhe neste post os conhecimentos necessários para aplicar o investimento inicial na sua empresa.

  • Break Even

Primeiramente, o empresário precisa ter noção de que é o break even, antes mesmo do exemplo prático.
Inicialmente é claro que toda a abertura de negócio gerará custos elevados e que o lucro não surgirá do dia pra noite, mas o empreendedor pode ter uma perspectiva de quando sairá do zero ou até do negativo e começará o seu processo de ganho, e é para isso que serve o break even, uma análise muito próxima do real para saber quando a empresa começará a lucrar.

Vamos para um exemplo prático: a empresa X, em seu primeiro mês de trabalho, possui um determinado valor de custos fixos, aqueles que certamente sempre a empresa terá, como aluguel, custo com fornecedores etc. Mas além desses custos fixos, a empresa também possui custos que varia de acordo com o mês ou com um período específico, como manutenção de equipamentos, compra de um material específico necessário etc. A soma do custo fixo e do custo variável dará o custo total da empresa naquele mês.

Mas nem só de prejuízo vive a empresa, que fornecerá determinado produto ou serviço e para isso terá que estipular um preço – que é baseado nos custos e no lucro, mas vamos analisar tudo isso de forma mais geral e ampla. A multiplicação do preço no qual foi vendido e do número de vendas dará o valor total da receita daquela empresa, logo, o que entrou.

Se com os cálculos acima sabemos o que entrou e o que saiu da empresa em um determinado mês, resta saber o valor final desse lucro, que cabe subtrair o custo total da receita total.

Quanto mais realistas foram os números fornecidos pela empresa e levantados pelo setor contábil, mais próximo da realidade vai ficar o break even e melhor o empresário saberá o momento em que a sua empresa em Lauro de Freitas começará a lucrar.

Processos Financeiros

Nem todo investimento inicial é financeiro, mas todos possuem uma questão financeira por trás. Para que você venha iniciar o seu negócio em Lauro de Freitas precisará investir tempo e queimar alguns neurônios, pois burocracia pouca é bobagem.

Agora, cabe a você saber se quer ficar com poucos ou muitos cabelos brancos. Se a resposta for poucos, uma contabilidade poderá te ajudar em todo esse processo.

1. Infraestrutura

Muitas pessoas se enganam quando pensam que infraestrutura é simplesmente a ambientação da empresa, onde ela está alocada e os cursos para manter aquele local, o aluguel ou qualquer coisa do gênero. Mas, na verdade, infraestrutura é tudo o que abrange a funcionalidade da empresa, logo, é imprescindível ter um local, obviamente, mas não é o suficiente e tudo o que for necessário para a prática da empresa é infraestrutura e precisa estar no planejamento de investimento inicial. Até empresas que trabalham sem espaço físico vigente, mas possuem como o seu campo de atuação a internet precisa se atentar como irá trabalhar (banda larga, serviço de e-mails etc) e como entregará o seu produto ou  serviço (correios, embalagens, armazenagem de arquivos em nuvem etc)

2. Formalização da empresa

Contabilidade também tem um pé no jurídico, justamente para ter todo o conhecimento financeiro de cada processo e a analisar de acordo com a situação e o modelo enquadrado pela empresa. Se a contabilidade, ao estudar todas as perspectivas da empresa, compreende que ela tem tudo para ser cadastrada em ME, por que cadastrá-la em LTDA? A empresa não terá um prognóstico de ganho tão grande e pagará impostos como tal. Talvez o empreendedor não tenha essa visão e se empolgue por falta de conhecimento, erro este que será evitado caso um boa empresa contábil estiver auxiliando no projeto.

E além do enquadramento do CNPJ, caso o empreendimento tenha sede fixa, o custo com alvará também será inserido, primeiramente em laudos sanitários, conseguido por meio da própria Vigilância Sanitária, e depois de segurança, através do Corpo de Bombeiros, fora o cadastro junto à Junta Comercial da sua região o contrato social devidamente formalizado e sobre tutela de um advogado.

Tudo isso precisa estar prescrito no investimento inicial, varia de acordo com a região e o preço cobrado por casa profissional, mas custa em média R$1000,00.

3. Mãos à obra

É o pontapé inicial da parte prática do seu negócio. Após você estar oficialmente regularizado como empresa em todos os órgãos necessários, é hora de correr atrás do lucro. O que é inicialmente importante ter como investimento inicial é o capital de giro, que nada mais é que um resguardo financeiro para eventualidades, ou seja, um caixa para imprevistos. Aconselha-se um número entorno de 5% do investimento financeiro inicial.

Além do capital de giro, para por a mãos à obra é fundamental que você tenha conhecimento do seu mercado, logo, saberá como os seus parceiro se concorrentes atuarão e terá bem definidas as suas estratégias. Preços e forma de trabalhos de fornecedores, transportadores etc, além de diferenciais dos seus concorrentes, farão com que você analise os pontos fortes e fracos da sua empresa  e se apresente de forma específica diferencial que contemple majoritariamente os seus aspectos positivos. Esse análise de mercado terá todo o apoio do setor contábil na hora da produção.

A empresa em Lauro de Freitas possui muitas dificuldades de inicialização e essas análises são muito importantes para a boa localização do empreendedor, por isso, antes de começar o seu negócio é fundamental que você trabalhe em conjunto com a contabilidade. A escolha de forma criteriosa e atente-se ao seu conhecimento na causa, pois uma boa escolha contábil pode definir muito como funcionará o seu negócio e suas perspectivas de conhecimento.

4. Plano de Marketing

Nada adianta você abrir a sua empresa se ninguém tem informações sobre. Pra isso, você precisa ter em mãos e em mente todas informações sobre o seu mapa de mercado: segmentação de mercado, concorrência, análise de público-alvo, justamente para dar um tiro certeiro em seu cliente em potencial de forma que diferencia o seu produto ou serviço dos seus concorrentes.

Por muito tempo, o marketing foi considerado desnecessário, até porque via-se um valor financeiro grande para um anúncio que muitas vezes não chegava o público alvo. Hoje, com a tecnologia, essa análise ficou mais simples, mais acessível e quanto mais certeira menor você gasta e maior chega as informações da sua empresa para o público alvo. A internet trouxe um custo menor para um qualidade de divulgação infinitamente maior e melhor.

Fale Conosco

Ligue para nós